Thursday, April 29, 2010

Que dupla, Alessa e Marcellu!

Enfim, uma dupla que divertiu e propôs boas idéias. Alessandra Migani até que estava contida, apresentou vestidos de seda, malha fluida e crepe, daqueles que tem-que-ter no guarda-roupa de quem vive viajando, gosta de roupa que não amassa, com um toque sexy, sem ser micro nem colada no corpo. A estampa da vez se baseia no universo dos brilhantes e das pedras preciosas, que são grandes ou pequenas como continhas nos desenhos. As modelagens se ajustam por franzidos, pregueados ou faixas. Quase tudo marca a cintura, com exceção de um modelo mais solto, de mangas curtas - Alessa sabe que há mulheres que preferem roupas mais versáteis, que vestem todas as idades. Na complementação, as pulseiras recheadas de dourado do Sobral cobriram os braços. Mas os sapatos de verniz da Dilly deram um trabalhinho para as modelos, as mais novinhas pareciam tensas pelo salto fininho e alto.
O mineiro Marcellu Ferraz, conhecido por 10 anos de desfiles em São Paulo, estreou na terra natal homenageando o circuito das águas de Minas. O musculoso elenco passou a estampa de mapa em azul sobre branco em leggings, bermudas, camisas; o tecido de tela em macaquinhos, macacões e blusão, ternos em azul manchado. Uma ousadia: a sunga de ilhoses! Os básicos: pólo certinha no corpo, bermudas e calção branco. Destaque: a camisa de tecido amassadinho, com pala nervurada. A turma toda, de cabelos com mechas coloridas de azul ou rosa e correntes com pedras em forma de gotas.
Depois de tantos tanquinhos e peitorais, quem foi a figura mais bonita no desfile? O próprio Marcellu Ferraz, de camisa e jeans branco!

Intervalo / Caxambu, Lambari, Baependi, Cambuquira, São Lourenço. Cidades homenageadas pelo Marcellu. E eu, que não conheço nenhuma? / Alessa faz sucesso quando aparece no final, agradecendo os aplausos com reverências até o chão. E pula, e dança, com seus sapatinhos vermelhos. Pensam que falta seriedade na moça? Pois saibam que suas modas estão em vitrines de 30 países, e não foi só ela que contou - ouvi este comentário vindo dos diretores do salão do prêt-à-porter de Paris

No comments: