Tuesday, January 26, 2010



Agora que o site iesarodrigues.com.br está todo bonitão, volto ao blog para outro tipo de post. Sabem, estilo rápido, com minhas fotos tabajara style, quase só legenda? Comentei no twitter como o Sartorialist, blog considerado uma das 100 fontes mais influentes do mundo da moda, veio ao Brasil, assistiu a um monte de desfiles, viu gente pelos cais da praça Mauá e só postou umas poucas imagens, a maioria de praia masculina.
Olhei, pensei e não cheguei a nenhuma conclusão. Que raio de influência é esta? Olhei de novo, e vi, nas fotos de sungas, quase 200 comentários.
Então, tá, né?
Também vou postar meus momentos favoritos.

Começo com uma imagem sempre marcante dos desfiles nacionais: o Oskar Metsavhat no final do desfile da Osklen. Lá fica ele, como uma estátua, conferindo a saída dos modelos. O que ele pode estar pensando? Para mim, ele gosta do que vê. Ele gosta do trabalho de moda.
Eu também, só que sem esta coragem de me plantar ali, na frente da platéia.

Saturday, January 09, 2010

Esta é a imagem-ícone da sexta-feira, primeira noite do Fashion Rio: Rodrigo Santoro de atitude punk no desfile da Auslander.
Na camiseta, "there´s no life without blackberry"
Vejam mais em

foto Ines Rozario
Pessoal, bom dia! Ou boa noite? Ou boa madrugada? O caso é que acabei de chegar do Fashion Rio e notei a quantidade de acessos aqui no blog. Se vocês estão querendo noticias do Fashion Rio, cliquem em , que tem foto e textos de hoje. Não está dando tempo de atualizar tudo!
Para quem não tem noção, o convite diz - por exemplo - 20 horas. O que significa que o desfile começa no mínimo às 20h30, tempo para a platéia chegar e sentar em seus lugares. O desfile dura cerca de 10 minutos. Acaba, então, lá pelas 20h50. O próximo está marcado para as 21 h.
Tem que sair rapido da sala, correr para a sala de imprensa, escrever para o on-line e disparar para a sala do próximo desfile. Quer dizer: 10 minutos, estourando, contando o tempo de abrir o navegador, o e-mail, enviar. Com netbook, dá para ir adiantando algum texto pendente durante a espera do desfile. Dá na verdade para um parágrafo, entre cumprimentos, entrevistas, feliz ano novo, querida, há quanto tempo!
Juro que vou tentar ser mais the flash ainda, mas por enquanto, vão lá no iesarodrigues.com.br.

Tuesday, January 05, 2010

Recado para os visitantes Fashion

E vamos nós, para mais uma temporada de lançamentos! Desta vez, é dupla, aqui no Rio. Porque ao mesmo tempo acontece o Fashion Rio, nos armazéns do cais do porto e o Fashion Business, na Marina da Glória. Aparentemente perto, mas com bastante trânsito no meio. Vai ser um tal de taxi pra lá e pra cá, porque de ônibus é meio complicado, tem que sair do Aterro, pegar o bus na praia do Flamengo, etc.

Para quem vem de fora, tenho algumas sugestões
Em matéria de paisagem: a praça de alimentação do Botafogo Praia Shopping (popularmente conhecido como Escada Shopping), dá para ver a enseada de Botafogo, Pão de Açúcar, Cristo Redentor.
A saída do túnel Rebouças, na Lagoa. Nem os nativos cansam de ver
A praia da Reserva na Barra. Evitem o fim de semana, muito engarrafado

Um restaurante: a Casa do Filé, no Humaitá, ao lado da Cobal de Botafogo
A mousse de chocolate da Chaika (em Ipanema). O mil folhas da Chez Anne (shopping da Gávea)
o folheado de morango do Gula Gula
o café da manhã do hotel Marriott (avenida Atlântica)
Ou o café da manhã da Casa da Tata (Gávea, na rua Manoel Ferreira). Tem um bolo de laranja...

Evitem o metrô, anda confuso
E as barcas, com atrasos (apesar de ser um passeio bacana)

Cafezinho bom? Na Kopenhagen ou...no aeroporto Santos Dumont, na ala velha.

E por favor, nada de dar pinta de turista pela cidade. Ir à Colombo de bermuda e havaianas, visitar museus de kanga. NInguém anda assim no Rio. Havaianas não substituem sandálias, a não ser quando se tem problemas de machucados nos pés.

Usem filtro solar. Tragam chapinha, secador, escova, porque a umidade local encrespa até cabelo de índia. Aliás, aproveitem para fazer uma escova inteligente, perfumada, extra-brilho por aqui. O pessoal é bom. Fazem escova como ninguém no mundo.

Saturday, January 02, 2010

Dúvidas de calças




O ano começa com as ruas lotadas no Leblon, depois dos shoppings e lojas superlotadas no Natal e nas vésperas do Ano Novo. Foi bonito de ver, as vitrines todas brancas no Rio de Janeiro. E todo mundo comprando nem que fosse uma regatinha branca. Impressionante, como a C & A evoluiu, mostrou uma ótima seleção de brancos – resultado: dia 30 não havia mais uma camisetinha para os retardatários, nem na seção masculina. Quer dizer, os lindões também aderiram à moda-esperança do Ano Novo. Que foi incrível, em Copacabana, com aquela multidão de lanternas, isqueiros e celulares ligados, iluminando a praia. Os fogos são meras atrações, o melhor de tudo é a platéia. Dois milhões é muita gente.

Assim como nas festas de Copacabana, o consumidor é a grande qualidade da nossa moda. A adepta da moda decide o que vai usar das propostas e das referências. Cada novidade demora uns 3 anos para “pegar”, é o normal nas grandes mudanças.
Agora ninguém mais pensa em calça de cós baixíssimo, a atenção vai para a modelagem das pernas e o gancho. As escolhas são estas:

Skinny: ainda imbatível, porque emagrece e é sexy. Veste bem todas as idades. Fica bem com camisetas, túnicas, batas, minivestidos.
Fica mal com body, bustiê.
Vai ser moda até o próximo inverno, quando será usada com botas de cano longo

Boyfriend: não pegou furiosamente, porque a maioria não quer saber dos rasgões, do corte largo e desleixado e da barra virada. Mas é engraçadinha, principalmente para as jovens e magras
Fica bem com camisas, camisetas estreitas, e paletós grandões (quando esfriar)
Fica mal com bustiês e túnicas
Também vale até o inverno, em jeans claro ou médio

Saruel: demorou, mas convenceu, pelo conforto. Ainda tem um ar sofisticado, apesar de ter se democratizado e estar em todas as lojas
Em malha, fica bem com quase tudo. Até com bustiê, peça perigosa porque beira a vulgaridade. Só evitem o salto alto

Gancho baixo (ou dohti): limita-se a quem curte muito moda e sabe a atitude para andar com os fundilhos baixos. Em jeans, a melhor versão.
Fica bem com sei lá o que. Camiseta, camisa, depende do reflexo no espelho. Fica mal com saltão, croc, blusas de babados

Pantalona: é moda de verão, também para quem não resiste a uma peça diferente, que ninguém usa. Talvez com modelagem de alfaiataria agrade a mulheres altas, como Claudia Raia, que pode usar qualquer tipo de calça.

Flare: descende das bocas-de-sino, mas muitos mais estreitinha nas coxas. Até hoje, só vi a Tidsy / Astridinha Monteiro de Carvalho usando bem uma flare da Bo.bo. É modelagem para pernas finas e longas.
Fica bem com saltos altos, camisetas justas, jaquetinhas, paletós grandes. Mais bonita em jeans escuro
Mas é onda que vem, porque a novidade acaba sempre vencendo a resistência. Basta ver que a Flare faz parte da coleção jeans do Carlos Miele (foto acima)

Estas são as opções de calças, que farão a diferença na moda deste ano. Vão pensando nas suas escolhas daqui a pouco. Por enquanto, bom mesmo é sair de shorts e bermuda boyfriend. Isto é, a bermuda de tecido escolhida na seção de roupa masculina da Renner, Taco, Richards, Armadillo...não tem melhor, combinam com tudo, desde havaianas até escarpin peep-toe, se quisermos dar um de pin-up século 21.