Wednesday, August 12, 2009

Casa Cor abre em BH


Um dos ambientes mais minimalistas, o Café Nextel


Para quem espera sempre muitos detalhes barrocos e muito artesanato, a Casa Cor Minas Gerais, que vai abrir na próxima quarta-feira, dia 19, será surpreendente. É um tal de painel em MDP, feito em fibra de celulose de cana-de-açúcar, mesas de jantar simples, mas feitas em três tonalidades de madeira, paredes revestidas com textura de jeans, granitos exóticos e luxuosos (ah, sim, pedra de luxo é de lá Minas mesmo)

O homenageado da edição é o antropólogo Darcy Ribeiro. O local, a esquina da Alameda das Palmeiras com Avenida Otacílio Negrão de Lima, no bairro São Luiz, na Pampulha (outra coerência, já que é o bairro de arquitetura emblemática da cidade)

Novidades – esta edição que comemora 15 anos da Casa Cor mineira atraiu empresas que vão aproveitar o cenário para lançar produtos e serviços. Como a Ecowood do Brasil, Kia Motors, Lider Interiores, Nextel, Todeschini, Suvinil, Rio Rancho Mármores e Granitos.

Ambientes – segue uma amostrinha do jeito cool dos ambientes:

Garagem: Cristina Menezes assina esta área multiuso, onde seria guardado o carro, a moto, a bike, e onde podem ser realizadas festas familiares, reuniões com amigos para assistir a um jogo. O mobiliário é leve e empilhável, o espaço inclui uma cozinha compacta e uma lareira ecológica portátil. No evento, esta garagem serve de ninho para o Soul, o carro design da Kia Motors.
Café Nextel: o autor, Aloizio Meireles, combinou a arquitetura modernista e a cultura árabe no café- lounge com azulejo de espelho fumê bizotado, que reproduz o grafismo do guarda-corpo da ponte Gálata, em Istambul. O sofá longo e as mesas baixas reforçam o visual exótico-minima lista


Escritório do chef: um trio de arquitetas – Vanessa Lacerda, Ivana Andrade e Renata Gomes – pensaram em um local de trabalho que não fosse a cozinha, para grandes chefs, como Alex Atala e Claude Troisgros. A mistura de estilos com móveis modernos em laca preta e a mesa dourada e cadeiras Luis XV se apóia sobre o piso de conceito sustentável, com base cimentícia. A horta vertical reforça a intenção de criar o ambiente para um chef.

E mais: Aloizio Meireles criou um lounge em homenagem ao pintor Mondrian, em preto e branco. Uma sala de jantar foi inspirada em Darcy Ribeiro, assinada por João Carlos Moreira Filho e Maria Therteza Terence.

São 60 ambientes projetados por 80 profissionais, entre decoradores, arquitetos, designers e paisagistas. A entidade benemérita é o Hospital da Baleia.

A 15ª edição da Casa Cor Minas Gerais está montada de 19 de agosto a 06 de outubro, de terça a sexta-feira, das 16 às 22h; aos sábados, das 13 às 22h e aos domingos, das 13 às 19h.
Ingresso: R$ 30 (inteira), com meia entrada para estudantes e maiores de 60 anos. Crianças menores de 10 anos não pagam ingresso
www.casacorminas.com.br ou (31) 3286-4587

Intervalo / impressionante a evolução do shopping Tijuca. O talento de engenheiro, aliado à visão de marketing do Raul Barbosa, responsável pelo marketing do empreendimento, deu resultados marcantes / no Centro do Rio, a rua Gonçalves Dias está virando um point de moda. Tem a Miss Isa, a Karamello, a Shop 126 e vai ganhar uma flagship da Folic / Aliás, falando em Folic, inaugurou hoje uma grande loja no Rio Sul / outro link: o Rio Sul deu um jeito bacana na fachada, ficou ótima, como uma estufa gigante / Silvinha de Souza direto na ponte Rio-Vitória, preparando a semana de moda da capital capixaba / Mr. Cat com mocassins femininos fofíssimos, em tons pastéis / Richards com boas calças boyfriend nas vitrines