Tuesday, February 10, 2009

David Azulay



Perdemos hoje o David Azulay, nosso jovem de 56 anos, nosso inquieto lançador de modismos de praia. Reparem que não era moda, era modismo mesmo, coisa que dura mais de uma temporada, a diferença de inventar o sunkini, o sungão, o biquíni de jeans, de crochê. Nunca deixou de fazer uma moda muito colorida, realista na Blue Man. Apesar de gostar de mostrar a coleção de um jeito especial: basta lembrar do espetacular desfile em 2006, em frente aos arcos da Lapa, no Fashion Rio. Ou do sucesso que foi a leva de salva-vidas cariocas, na vez em que escolheu a São Paulo Fashion Week para desfilar.
David era assim, fazia o que acreditava, e o que bem entendia. Participava do evento que quisesse, onde escolhesse, tal a força do seu nome da sua marca. Gostava de escolher elencos de modelos com corpos de gente real.
(à esquerda, o desfile na Lapa, com 700 figurantes, em foto de Marcio Madeira)
Foi pioneiro também na sacada de South Beach, quando ninguém via futuro no bairro de Miami Beach. Abriu loja própria da Blue Man por lá, saiu em revistas do mundo inteiro, sempre com a produção made in Benfica, no galpão no subúrbio carioca. Por lá passaram como estilistas a Patrizia d’Angelo, o André Lima. Sem falar na amizade e admiração que o David tinha pelo irmão, Simon Azulay, que faleceu em 1988. Os dois começaram juntos, em uma sala de Copacabana, David fazendo cintos de couro e Simon aplicando pedras e strass em calças jeans. A dupla foi por caminhos diferentes, pela moda praia e pelo jeans e moda feminina, mas sempre houve uma coerência entre nas vitrines da Blue Man e da Yes, Brazil. Nem que fosse a alegria das estampas tropicais, de selvas, flores e zés cariocas, em técnica aerografada, as vitrines com o boneco com a cabeça do ator francês Fernandel, trazido debaixo do braço, de Paris. Um humor carioca, de verão, que nunca perdeu o senso comercial profissional. Vai fazer falta, o jeito do meninão praieiro que sabia tudo de moda para gente de verdade usar.







David Azulay (Pará,1953-2009) | Blue Man: sunkini, sungão, lacinhos, biquini de jeans, biquíni de tricô ou crochê

(fotos Marcio Madeira)