Friday, November 07, 2008

Tótem mandou bem

Duplo deque estreitinho, para as belas passaremp; música ótima, com o Junio Barreto, do tipo que se ouve, gosta e não se sente perturbada, desfocada para ver as modas. Brincões baseados a pedido do Fred d’Orey, líder da Tótem, naquelas árvorezinhas de arame que os turistas compram, por causa das pedras semipreciosas nos galhos. Bolsas, pochetes e mochilas em crochê de linhas rústicas, botinhas femininas, derivadas das cowboys. Até os acessórios impressionaram bem, no que deve ter sido o melhor desfile da marca. Para as mulheres, estampas de mandalas ou círculos decorados, saia-calça, biquínis franzidos e vestidos de ombros à mostra. Para os caras, ótimas composições de saharienne branca, com bermuda ou de paletó amarelo com calça estampada. Só estes dois looks valiam toda a apresentação.
As jóias-bijuterias eram da Francesca Romana Diana, uma craque.

Intervalo / não conhecia este cantor, o Junio Barreto. Segundo o programa, é meio underground. Vai ficar pouco tempo escondido, o cara é bom / na fila A, a Deborah Secco, de longo preto, bonita / não sei por que, mas nunca sobra tempo para visitar os espaços dos patrocinadores. Fico até curiosa para saber que acontece naquelas tendas da Philips, da L’Oréal. Mas quando vejo, o evento acabou e só vi o Citroen C4, de câmbio automático, uma delícia