Sunday, August 17, 2008

Feliz aniversário, Madonna!




Ela é a melhor prova de que é possível ter 50 anos e estar em formíssima. Canta, dança, sapateia, assobia. Agora se prepara para entrar em turnê, façanha das mais cansativas. Primeiro, porque a criatura fica sem casa durante meses. Segundo, porque exige controle sobre-humano de voz e físico.
Mas a loura consegue. Ela também é musa de moda, graças à esperta estratégia de convocar estilistas para roupas marcantes. Jean-Paul Gaultier já era famoso, mas só em Paris. Para o mundo, ele apareceu quando criou os espartilhos com sutiãs bicudos. Vestida de gueixa, de dominatrix de cow-girl, ela cuida do visual com a supervisão de Arianne Phillips, há 11 anos.
Segundo Arianne, esta maratona Sticky and sweet foi um desafio à parte. O fato de começar em agosto é sinistro, porque italianos e franceses, fornecedores habituais de figurinos do show, estão em férias de verão, segundo reportagem no WWD.
No dia 23, sábado, quando estrear o show, em Cardiff (país de Gales), tudo estará resolvido. Ricardo Tisci, designer da Givenchy, assina dois trajes; Tom Ford veste a banda. Três pares de sapatos foram feitos sob medida pela Miu-Miu, uma bota de cano mosqueteiro, da Stella McCartney; óculos escuros Moschino, e alguns acessórios e detalhes de Yves Saint-Laurent, Roberto Cavalli e Jeremy Scott



Os estilos
São quatro temas, no espetáculo:
1. Roupas da Givenchy, com referências gangster e Art Deco, com manifestação da dominatrix, um dos looks favoritos da musa

2. O estilo do princípio de carreira, o Old School, com roupas de Jeremy Scott e estampas de Keith Haring, artista plástico que desenhava centenas de bonequinhos como graffiti

3. Um momento cigano, com mais roupas Givenchy

4. Por fim, uma rave futurista com influências de Japão moderno