Monday, March 10, 2008



Hoje, a viagem é mais próxima: Brasília, em plena estação das chuvas, toda vestida de verde e flores. Muitas nuvens na rota, de todos os modelos, como em desfile. Cirrus, Stratus e as grandonas, Cumulus, acima de dez mil metros, fazendo chacoalhar o Airbus da TAM.
Motivo da viagem, mais um evento, o Park Fashion, promovido pelo ParkShopping, da Multiplan (mesma empresa do Barrashopping no Rio e do MorumbiShopping, em São Paulo. Outro motivo, a apresentação bis do Lino Villaventura. Gosto de rever um show, as mudanças são benéficas, parece que passam por um filtro. Em SP, foi lindo. Amanhã, terça-feira, vamos ver a versão de Brasília. Serão 30 looks, e o Lino foi escolhido pelo seu valor conceitual, quase uma alta-costura (quase? Para mim é altíssima costura, um trabalho que inclui elaboração até de tecidos de todos os tipos) e pelo fato de não ter loja em shopping nenhum.
O evento inclui grandes marcas presentes no mix do ParkShopping, point recordista de vendas para várias redes, como a Fnac, segundo lugar da Renner (o primeiro é na sede, em Porto Alegre). Brasília é um polo forte de consumo, mas vai provar que também tem bons criadores, como a Ludovica, que faz parte do núcleo de novos talentos do BFF (Brasília Fashion Festival), que nesta edição se integrou ao Park Fashion, e desfila na quinta-feira.
As duas tendas ficaram bem-acabadas, quase sem cara de tenda. Uma preta, a outra branca, perfeitas, com passarelas de 25 metros e platéia de 700 lugares. O evento é o terceiro em importância no país, só fica atrás do Fashion Rio e da São Paulo Fashion Week. Notem que estes são eventos lançadores, e o PF é de shopping. Além dos desfiles há exposições e concursos de fotos de moda.
A responsabilidade da abertura do Park Fashion ficou por minha conta. Falei sobre o panorama da moda no mundo e os pontos fortes do inverno no Brasil, já que acabo de vir dos desfiles europeus e também havia visto as novidades nas passarelas cariocas e paulistanas.
Na conversa com a equipe do shopping, a Cilene, a Beatriz, o Reginaldo, me bateu algo que confesso, passava meio longe. Brasília é a capital! Tem que ter uma importância de moda, é um local com muito estilo, eclético, cheio de referências inspiradoras, começando pela arquitetura. Niemeyer é a grife mais famosa. Uma semana como a do ParkShopping dá margem a chamar a atenção para o que acontece em matéria de estilo de vestir, em Brasília. Um grande evento tem tudo para atrair imprensa internacional, todos adoram ver a cidade-monumento. Se houver coleção diferente, gente interessante, com idéias e identidade, perfeito.

Basta ver como a Apoena é bem-recebida nas feiras internacionais que faz. Aliás, nesta semana a Katia Ferreira e a coleção da Apoena estão em feira em Tóquio. Esta bonequinha toda produzida, de tailleur enfeitado com rosinhas, é uma das gracinhas novas das artesãs lideradas pela Katia.