Thursday, August 30, 2007



Esta é a semana do SIMM - Salão Internacional da Moda de Madri. Primeiro, o evento abre com desfiles de estilistas vindos da América Latina, no lindo e enorme pavilhão das feiras, o Latino America Fashion. Quem veio hoje, quinta-feira, agradou. Vejam só:

Primeiro, a Vero Ivaldi, da Argentina. Cortes assimétricos, saias meio desconstruídas, uma gola longa e pontuda, a outra normal, nos colarinhos das camisas. Bastante conceitual, com sapatos em verniz de cores vivas e saltos cônicos. As meias claras eram dispensáveis, mas os chapéuzinhos-solidéus do final arremataram bem os looks em preto e branco. Gostei dos recortes inesperados, cobertos com tecidos transparentes, uma boa idéia. E muito, da estamparia de nuvens, chapéus coco e maçãs verdes, atendendo à inspiração no surrealista Magritte. Mas repito: é moda conceitual, de "assimetrias matemáticas e irregularidades calculadas", como definiu a estilista.


Depois, a colombiana Olga Piedrahita. Um estilo modernão, ousando tecidos e não-tecidos (estes, literalmente, já que o non-tissu, que parece papel, foi incluído em vários looks), plástico-bolha, telinhas esportivas. Aviõezinhos em estampas localizadas e broches em alfinetes deram uma história, mas não esconderam o ótimo corte dos paletós listrados cinturados, nem a harmonia do cinza/preto/vermelho/branco. Muito boa a ala final de sutiãs com alças pretas largas e bojos rabiscados com costuras.
E Olga é bacana, toda de preto, com sapatos masculinos, cabelo mechado





Por último, correndo depois para pegar o vôo para o Brasil, a nossa Simone Nunes. Egressa da Semana da Moda, do Amni Hot Spot, Simone já participou duas vezes do show-room no hotel Crillon, em Paris. Agora, teve a boa oportunidade de desfilar na porta de entrada das grandes vendas para a Europa, que é Madri. "Para mim, tudo tem funcionado, porque sou nova. Sei que tenho que começar a dar outros passos. Tenho um show-room no Japão, com um representante. Os japoneses olham uma coleção durante três anos, para ver se o estilista mantém uma coerência, se a marca resiste. Depois, começam a comprar, e não param mais." Simone não vai participar da feira espanhola, porque já tinha um compromisso no Brasil, no domingo.

O desfile foi especialmente bem, porque o elenco era local. Em São Paulo, as modelos eram garotas, jovens e esguias, em Madri, elas devem ter mais de 18 anos e não são magras demais. Resultado: a coleção ganhou um visual mais sensual e feminino.

Amanhã, quem desfila, também vinda do Brasil, é Gloria Coelho.

No Brasil, a platéia da moda se prepara para o 3º BFF - Brasilia Fashion Festival, na semana que vem. Em seguida, a capital será palco (ou passarela) do Brasília Capital Fashion.