Monday, June 18, 2007

Samuel Cirnansck, em preto e branco

Filmes com as atrizes Louise Brooks, Gloria Swanson e Rosel Zech ligaram Cirnansck no estilo em preto e branco. Sobre a passarela de sal Lebre (aquele que corre no saleiro) as modelos mudaram o ritmo de marcha habitual. Andavam devagar como gueixas, porque calçavam saltos altíssimos e suas saias, muito justas. Este desconforto permitiu avaliar bem o glamour dos vestidos longos, tipo rabo-de-peixe, com corseletes embutidos, estampas de ramos rebordadas e o jeans negro ultrapassando a fronteira da roupa casual para a quase-alta costura.
Em relação aos desfiles anteriores, o estilista avançou em direção à moda. Reduziu o excesso de rodas e babados, os tules e as plumas, o que aproxima de um guarda-roupa requintado, mas real.
Em compensação, os vestidos de noivas descobriam os bustos das modelos, entre crepes, sedas e rendas. Um forrinho vai adaptar o delírio da moda ao romantismo pudico da realidade.

Rodapé / os dias estão longos, a semana parece que não acaba / enquanto isso, no hemisfério norte vão começar os desfiles masculinos, entremeados pelas Cruise Collection. Esta é uma temporada de roupas intermediárias, parece com nosso alto-verão ou com uma coleção de férias. Segundo informações internas da Chanel, é a roupa que mais vende, atualmente