Tuesday, June 05, 2007

Feliz aniversário, Graça Ottoni

Vinte e cinco anos de moda é muita coisa, neste país de economia instável. A mineira Graça celebrou à altura, com uma coleção especialmente feliz, feminina e autêntica. Uniu a técnica de alfaiataria, sempre presente em suas temporadas, aos temas mais delicados, como os corselets brancos, entremeados de franzidinhos e entalhes em jacquard. A transparência cobre regatonas, como os cangurus sobre forros verdes, as parkas de verão, em tom cinza-concreto são casuais e requintadas ao mesmo tempo. Quase todos os looks têm o legging-meia como base, mais um shorts de seda e da cintura para cima, tudo acontece: as sobreposições juntam camisetinhas e corpetes, coletes de fustão branco, e principalmente peças em renda branca, imperdíveis. Os tops de malha de fibra de bambu acompanham saias rodadas coloridas, bem roupas de festa de aniversário.
O final festivo trouxe vestidos nas cores da temporada – amarelo, verdes, fúcsia, violeta e azul-pavão, em modelagens rodadas, com drapeados, repuxados, efeitos de ateliê que completaram a festa na passarela.


Rodapé / Écio Cordeiro de Mello faz degustação de escondidinhos, prato da moda / para quem perguntou pela novidade da Babilônia, o nome é InBra Cult Mode, ou Instituto Brasileiro de Cultura, Moda e Design, que já tem site em