Friday, June 08, 2007

Alessa, estilista

Encerrar o Fashion Rio significou uma virada definitiva para Alessandra Migani, profissional de marketing, publicitária, inventora de lingerie irreverente, famosa como a Alessa, que fazia desfiles engraçados, performáticos. Coleção que era bom, muito pouquinho. Eleita nesta edição como o show final do evento – preocupação eterna dos realizadores de semanas de moda -, Alessa resolveu levar a sério a moda. Ao som de Roberto Carlos remixado, na tenda Corcovado lotada, a coleção surpreendeu pela beleza e pelas possibilidades realistas. Isto é, podem ser usadas no dia-a-dia, como os chemises torcidos ou amarrados na barra, com estampas de zebras ou borboletas; ou o saruel de cassa branca, com regata com nó nas costas. Sem perder o pique das roupas mais conceituais, feitas em crochê, com escamas na frente, em rosa e cinza, ou formando uma ave do paraíso, em ocre e preto, linda. Para vontades mais etéreas, nada como os drapeadinhos em tiras de cores claras, entre rosas e cinzas. Os sapatos de solado anabela coberto de cortiça seguiram a filosofia patchwork, tão prezada por Alessa: era um tal de sapato de calcanhar de couro zebrado e frente coberta de penas, ou todo de cortiça.
No final, a própria Alessandra se embalou no balanço do cenário, e veio agradecer os aplausos, com a expressão The End estampada no camisetão longo.

Rodapé / ufa, deu certo! Para quem acreditava que Alessa era só performance, ela deu este troco, de roupas interessantes e um desfile limpo, sem desvios visuais. Benvinda ao mundo da moda, Alessa.