Monday, February 26, 2007

oscar

Duas referências importantes levam a crer que este será um ano de cores neutras na moda. A primeira, mais técnica e nem sempre acertada, é o estudo das tendências oficiais, que há mais de um ano apontam os cinzas e beges como os pontos fortes das cartelas; a segunda referência, bem mais acessível para o público que consome moda, é o tapete vermelho da cerimônia do Oscar.
Desde o elegante longo bordado em tom Nude, da vencedora Helen Mirren, até o bege-acinzentado da esfuziante Jennifer Lopez, as diversas versões de cores neutras foram iluminadas pelo brilho de bordados nos mesmos tons. Um bom exemplo, o cinza metalizado, de decote assimétrico, de Cate Banchett. A alta-costura predominou, tanto em vestidos sob medida, novinhos, como o branco de babados com faixa preta, de Valentino para Cameron Diaz, como na busca de originalidade de Renée Zellweger, que preferiu um modelo vintage da Dior. A desvantagem deste tipo de arqueologia da moda, é que não há ajustes tnao perfeitos como num vestido novo, que pode ser refeito no ateliê.
As formas são ajustadas, longas, admitindo pequenas caudas e muitos efeitos drapeados ou nervurados. Para os homens, a tradição do smoking contou com um lado mais livre, nas variações do clássico paletó de lapela de cetim usado com gravata longa. Ou com uma gravata larga, de brocado, vista no ícone de moda, Adrien Brody, ator e modelo de Ermenegildo Zegna.
Drew Barrymore vestiu John Galliano, Penelope Cruz estava de Chanel tomara-que-caia, mas há sempre quem discorde das escolhas da maioria. Em vez de bege ou cinza, Nicole Kidman preferiu o vermelho , de decote assimétrico; Sienna Miller, um azul-lagoa e Gwineth Paltrow um difícil modelo sereia em salmão-escuro. A pequena Abigail Breslin também podia escolher algo menos enfeitado do que o vestido rosa, com flores aplicadas junto ao decote de alcinhas.
No conjunto, Jennifer Lopez deu show de renovação pessoal, com cabelos mais curtos, glamurosamente ondulados – um dia, nossa Juliana Paes podia chegar lá. Mais em matéria de glamour, Beyoncé Knowles reforçou a imagem de ícone da estilo da ala jovem, com seu vestido dourado, assinado por Elie Saab.