Sunday, December 31, 2006

Expo Balenciaga em Paris

Um dos bons motivos para pagar a entrada (8 euros) do Museu das Artes Decorativas, ao lado do Louvre, a visita à exposição Balenciaga. Mais completa do que a vista na Fundação de uma cliente americana milionária em março, desta vez havia um grande acervo de modelos originais, divididos por influências (nunca tinha reparado como ele trabalhava espanholamente com as mantilhas, os casacos de toureiro e os bordados), alguns figurinos, todos em vitrines clássicas. Na ultima sala, sob luzes coloridas e em bonecas de olhos luminosos estavam peças das coleções assinadas pelo belga Nicolas Ghesquiere, que revitalizou a marca.
Na saída, voltava-se às origens, apreciando a noiva com véu sem costura, de costas, como se estivesse também se retirando da exposição.

Saturday, December 30, 2006

Tops da moda de 2006



Momento Lino, tem que ter todo ano. A cada estação, o paraense Lino Villaventura surpreende pelo espetáculo e pela beleza eterna das roupas. Na edição de verão da São Paulo Fashion Week não houve jornal, site ou revista que resistisse a publicar a foto da Juliana Imai exibindo o vestido de penas de pavão que abriu o desfile

foto Marcio Madeira

Friday, December 29, 2006


Mais um ponto alto de 2006, a coleção da Mara MacDowell inspirada na obra de Athos Bulcão, o artista que deu relevos e belas imagens à arquitetura de Brasília. Na foto, Mara (que hoje está em férias de fim de ano em Las Vegas) e Drielle Vanzilotta, durante as provas de roupas da coleção de verão

foto Ines Rozario

Thursday, December 28, 2006

Passarela na Lapa



O desfile da Blue Man, durante o Fashion Rio do meio do ano, foi outro grande momento de 2006, para a moda. Setecentos figurantes fizeram cenário para a coleção, primeiro, com velas acesas; depois, acenando flores brancas, em seguida, com lenços. Bonito, lembrando a religiosidade brasileira e aproveitando o lindo ambiente dos arcos da Lapa, no centro do Rio. Com tanta fé, a metereologia só podia colaborar, em vez da temida chuva veio a Lua cheia sobre o espetáculo e a platéia acomodada em arquibancada.
David Azulay conseguiu marcar mais uma vez como um dos grandes desfiles não só da temporada. Diria que foi um dos mais bonitos que já tive o privilégio de assistir.
Na foto, Rojane emoldurada pelos competentes figurantes.

foto Eduardo Alonso

Wednesday, December 27, 2006



2006 acabando, vou apresentar grandes momentos e outros nem tão grandes, mas que foram interessantes para a moda. Pelo menos do meu ponto de vista.
Começo com o desfile da Barbara Bui, pouco importante como lançadora em Paris, mas autora de uma coleção inteligente, direcionada a garotas de bom gosto. Gosto desta foto, considero exemplar pelo estilo da passarela. também por mostrar o ambiente, as pessoas, a diferença de iluminação entre show e platéia. A sala era no Museu do Homem, no Trocadero, em Paris. Um espaço bonito, com possibilidade de uso de luz natural porque tem grandes janelas. Mas para chegar na sala...é uma escadaria sem fim! Haja fôlego, haja equilíbrio, principalmente para a turma dos saltos altos.

Na moda da foto, destaque para o preto e branco, a simplicidade do corte e a bota-sandália. Ou "sabota", como batizou o curitibano Jefferson Kulig, um dos primeiros a compor looks com este calçado, que é metade bota, metade sandália, porque tem aberturas na frente e nos calcanhares.

foto Ines Rozario

Saturday, December 23, 2006

Saiu a Coleçoes


Saiu a Coleções 4! Tem mais de 600 fotos dos desfiles de setembro e outubro em Nova York, Milão e Paris. São as coleções do verão 2007 no hemisfério norte, que só estarão nas vitrines americanas e européias a partir de março, e olhe lá. Algumas grandes lojas, como a Saks da Quinta Avenida, costumam fazer uma prévia com algumas destas peças, em fevereiro, no auge das nevascas. Como ninguém quer perder o alto-verão e o Carnaval brasileiro e ir para Nova York para admirar as vitrines, vale mais ver a Coleções e já ir sacando o que há de bom na moda de verão da Dior, Vuitton, Galliano, Prada, McQueen e estas feras todas.
Outra vantagem: o preço de capa. Custa R$ 12, 90, bom demais se compararmos com as revistas equivalentes internacionais, que ainda não saíram com estas coleções de verão.

Para todos, um Feliz Natal! Elejo a árvore da Lagoa Rodrigo de Freitas como ícone das festas deste ano, e espero que o trenó do Papai Noel venha carregado de boas notícias...e muita moda