Sunday, December 31, 2006

Expo Balenciaga em Paris

Um dos bons motivos para pagar a entrada (8 euros) do Museu das Artes Decorativas, ao lado do Louvre, a visita à exposição Balenciaga. Mais completa do que a vista na Fundação de uma cliente americana milionária em março, desta vez havia um grande acervo de modelos originais, divididos por influências (nunca tinha reparado como ele trabalhava espanholamente com as mantilhas, os casacos de toureiro e os bordados), alguns figurinos, todos em vitrines clássicas. Na ultima sala, sob luzes coloridas e em bonecas de olhos luminosos estavam peças das coleções assinadas pelo belga Nicolas Ghesquiere, que revitalizou a marca.
Na saída, voltava-se às origens, apreciando a noiva com véu sem costura, de costas, como se estivesse também se retirando da exposição.

Saturday, December 30, 2006

Tops da moda de 2006



Momento Lino, tem que ter todo ano. A cada estação, o paraense Lino Villaventura surpreende pelo espetáculo e pela beleza eterna das roupas. Na edição de verão da São Paulo Fashion Week não houve jornal, site ou revista que resistisse a publicar a foto da Juliana Imai exibindo o vestido de penas de pavão que abriu o desfile

foto Marcio Madeira

Friday, December 29, 2006


Mais um ponto alto de 2006, a coleção da Mara MacDowell inspirada na obra de Athos Bulcão, o artista que deu relevos e belas imagens à arquitetura de Brasília. Na foto, Mara (que hoje está em férias de fim de ano em Las Vegas) e Drielle Vanzilotta, durante as provas de roupas da coleção de verão

foto Ines Rozario

Thursday, December 28, 2006

Passarela na Lapa



O desfile da Blue Man, durante o Fashion Rio do meio do ano, foi outro grande momento de 2006, para a moda. Setecentos figurantes fizeram cenário para a coleção, primeiro, com velas acesas; depois, acenando flores brancas, em seguida, com lenços. Bonito, lembrando a religiosidade brasileira e aproveitando o lindo ambiente dos arcos da Lapa, no centro do Rio. Com tanta fé, a metereologia só podia colaborar, em vez da temida chuva veio a Lua cheia sobre o espetáculo e a platéia acomodada em arquibancada.
David Azulay conseguiu marcar mais uma vez como um dos grandes desfiles não só da temporada. Diria que foi um dos mais bonitos que já tive o privilégio de assistir.
Na foto, Rojane emoldurada pelos competentes figurantes.

foto Eduardo Alonso

Wednesday, December 27, 2006



2006 acabando, vou apresentar grandes momentos e outros nem tão grandes, mas que foram interessantes para a moda. Pelo menos do meu ponto de vista.
Começo com o desfile da Barbara Bui, pouco importante como lançadora em Paris, mas autora de uma coleção inteligente, direcionada a garotas de bom gosto. Gosto desta foto, considero exemplar pelo estilo da passarela. também por mostrar o ambiente, as pessoas, a diferença de iluminação entre show e platéia. A sala era no Museu do Homem, no Trocadero, em Paris. Um espaço bonito, com possibilidade de uso de luz natural porque tem grandes janelas. Mas para chegar na sala...é uma escadaria sem fim! Haja fôlego, haja equilíbrio, principalmente para a turma dos saltos altos.

Na moda da foto, destaque para o preto e branco, a simplicidade do corte e a bota-sandália. Ou "sabota", como batizou o curitibano Jefferson Kulig, um dos primeiros a compor looks com este calçado, que é metade bota, metade sandália, porque tem aberturas na frente e nos calcanhares.

foto Ines Rozario

Saturday, December 23, 2006

Saiu a Coleçoes


Saiu a Coleções 4! Tem mais de 600 fotos dos desfiles de setembro e outubro em Nova York, Milão e Paris. São as coleções do verão 2007 no hemisfério norte, que só estarão nas vitrines americanas e européias a partir de março, e olhe lá. Algumas grandes lojas, como a Saks da Quinta Avenida, costumam fazer uma prévia com algumas destas peças, em fevereiro, no auge das nevascas. Como ninguém quer perder o alto-verão e o Carnaval brasileiro e ir para Nova York para admirar as vitrines, vale mais ver a Coleções e já ir sacando o que há de bom na moda de verão da Dior, Vuitton, Galliano, Prada, McQueen e estas feras todas.
Outra vantagem: o preço de capa. Custa R$ 12, 90, bom demais se compararmos com as revistas equivalentes internacionais, que ainda não saíram com estas coleções de verão.

Para todos, um Feliz Natal! Elejo a árvore da Lagoa Rodrigo de Freitas como ícone das festas deste ano, e espero que o trenó do Papai Noel venha carregado de boas notícias...e muita moda

Thursday, November 16, 2006


Hoje a dica é ver Império, musical escrito e dirigido por Miguel Falabella, no teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro. Vale cada centavo dos R$ 25 do ingresso, pelo figurino, pelos cantores, pelas músicas e pela história. O teatro é confortável, o ar condicionado, friozão. Não precisa mais nada, para ser um sucesso. Por mim, Império faria carreira internacional

Sunday, October 15, 2006

Louis Vuitton



Louis Vuitton

Logo na entrada do Petit Palais, a novidade antecipa 2010: a maquete da Fundação de Criação de Louis Vuitton, projeto de Frank Gehry que será construído no Jardin d’ Acclimatation, no Bois de Boulogne. Gehry, responsável pelo Guggenheim Museum de Bilbao e o DZ Bank de Berlim, criou uma espécie de barco em madeira e vidro. O projeto tem a direção da dupla Bernard Arnault e Yves Carcelle. Pelo jeito, a LVMH pretende fazer pela arte em Paris, o mesmo que fez pela moda nos anos 90. Para quem não sabe ou não lembra, as Maisons estavam quase fechando, o prêt-à-porter perdia o brilho, e tudo melhorou quando a empresa de champanhes e conhaques começou a comprar e renovar as grandes marcas.

Na sala decorada por 16 lustres diferentes, já se preparava o clima Maria Antonieta. Na verdade, a coleção tem muita camisaria branca, muitas calças curtas cáquis, algumas parkas e similares, tudo tem sempre um franzidinho, um repuxado, um efeito que desmonta o conceito básico. Nas bolsas, a sensação foi a série feita em tirinhas de couro tramadas, em modelo retangular, igual às sacolas de feira.
Os sapatos têm salto vasado e plataforma, o dourado aparece nos acessórios. Um detalhe forte é a manga, em geral com corte presunto, fofa junto à cava.
Parece um safari romantizado, mas o jeito nobre e doce tem confirmação nos cabelos enfeitados por flores, na trilha com Flauta Mágica, de Mozart e nas estampinhas floridas, delicadinhas nas saias . Mais Maria Antonieta, nos corselets em degradês. Nuvens agitavam o fundo da passarela, em DVD turbulento.
Um hit: a camiseta com LOVE escrito em paetês.

Na platéia, mais uma vez a Janet Jackson, toda de preto, tomara-que-caia, parecia um macacão, e brincos de argola dourados. A stripper Ditta von Teese, sem o marido Marylin Manson. E no lugar mais nobre, ao lado de Bernard Arnault, a elegante Lee Radzwill, irmã de Jacqueline Kennedy.

O desfile Vuitton seria um final mais empolgante do que o escuro show da MiuMiu.

Thursday, August 31, 2006



A Burberry desfila em Milão no dia 25 de setembro e festeja 150 anos de marca. Para quem começou fazendo capas para oficiais da Primeira Guerra, a situacão atual é maravilhosa, como ícone de moda para todos os estilistas e símbolo de renovação dentro da casa.

Monday, August 21, 2006

Capital Fashion Week




Voltamos a Brasília nesta semana, para ver o evento Capital, em segunda edição. Começa no dia 23, mas só posso ir no 25.
A tempo de ver a coleção da Apoena, e também da Yep, marquinha jovem que desfilará no sábado, dia 26 às 17h, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Na passarela, o ator Guilherme Vieira, todo bonitinho.

Yep é marca carioca, criada há seis anos, com foco na garotada das classes A e B. Na linha feminina, destaque para as peças artesanais com interferências em crochê. Para os meninos, um estilo utilitário e colorido.
São quatro lojas no Rio, e em breve, uma no Brasília Shopping. Como franquia, tem duas em SP, uma em Curitiba. Antes do fim do ano, a Yep estará também em Goiânia e Campos.
Estilista: Patrícia Cardoso de Queiroz
Site: www.yepfun.com.br

Friday, August 18, 2006

Teste do blog iesa